Prontuário Pessoal de Saúde pode reduzir custos em clínicas e hospitais

Prontuário Pessoal de Saúde pode reduzir custos em clínicas e hospitais

A participação do paciente com suas informações de saúde na pesquisa clínica (anamnese inicial) e em situações de rotina ou urgência é extremamente eficaz quando pensamos em tratamento. O Prontuário Pessoal de Saúde (PPS) ou Prontuário Pessoal do Paciente (PPP) é a melhor ferramenta para empoderar a pessoa, garantir que tenha acesso e controle de seus dados e os compartilhe com o profissional de saúde.

Em termos de eficácia clínica, sabemos que o tratamento eficaz é aquele que age imediatamente na causa da doença ou na causa da principal queixa do paciente. Quando o paciente porta suas informações de saúde, auxilia o profissional na tomada de decisões. Portanto, não há perda de tempo com pesquisas clínicas, exames de alto custo ou recidiva de consultas e tratamentos.

O paciente participativo e engajado em seu tratamento, e que tem ciência do seu estado de saúde, passa por menos “apuros”. Isso significa menos surpresa negativas e emergências, diminuindo a demanda por atendimentos ambulatoriais e a ocupação de leitos hospitalares.

Assim, o aprimoramento da saúde passa pelo empoderamento do paciente. Garantir que possua seus dados clínicos é forma de torná-lo interessado e cuidadoso com o próprio corpo, agilizando tratamentos, tempo de consulta e reduzindo a necessidade de exames.

O papel do Prontuário Pessoal de Saúde

Ao garantir que o indivíduo tenha acesso aos próprios dados, o Prontuário Pessoal de Saúde poderá torná-lo mais saudável e cuidadoso. Isso também é possibilitado pela prática do conceito de tratamento centrado na pessoa, o que torna o tratamento mais humano e engaja profissionais e pacientes.

O Prontuário Pessoal da Saúde, assim como o tratamento centrado na pessoa, tem impactos tanto na manutenção da saúde, quanto na eficiência do tratamento da doença. O que é eficiente consequentemente gera redução de custos para clínicas e hospitais, diminuindo problemas como filas de espera, leitos cheios, exames em demasia e tempo de consulta. Essa diminuição de gastos também é gerada por acompanhamentos mais proveitosos, melhores resultados clínicos e ambulatoriais de tratamentos, reduzindo a recidiva do paciente.

Portanto, além de trazer benefícios claros para o paciente, o Prontuário Pessoal de Saúde também pode beneficiar clínicas, hospitais e profissionais de saúde. Artigo publicado no jornal científico Journal of the American Medical Informatics Association ainda em 2006 listou alguns deles:

  • O PPS garante que o profissional de saúde tenha acesso a mais dados, o que o auxilia a tomar melhores decisões;
  • O PPS pode funcionar como um canal para melhorar o compartilhamento de registros médicos;
  • Reduz gastos com a gestão de doenças crônicas;
  • Reduz gastos com medicamentos e programas de bem-estar.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *